Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Na última quarta-feira, dia 6 de abril, o estilista Ricardo Almeida, principal referência brasileira em moda masculina, celebrou 25 anos de carreira com um desfile para convidados, no Museu de Arte de São Paulo (MASP). A noite, super exclusiva e especial, reuniu muitas pessoas que fizeram parte da história do estilista, e contou com um casting estrelado, com várias celebridades, que percorreram a passarela vestidos com a famosa alfaiataria da grife.

O Studio W esteve lá, produzindo a beleza dos modelos, e conta todos os detalhes para vocês.

COMO TUDO COMEÇOU

Considerado o maior expoente da moda masculina brasileira, Ricardo Almeida começou na indústria quase sem querer. Aos 19 anos, enquanto buscava patrocínio para suas corridas de motociclismo, bateu na porta de uma confecção, e ao invés do apoio, saiu com um emprego de representante de vendas. Durante esse período, o interesse pela moda cresceu, o que o fez abandonar as corridas e se dedicar ao ramo, ampliando seus conhecimentos sobre tecidos, cortes e modelagens.

Entre 1979 e 1983 tornou-se sócio de uma confecção, até que optou por desenvolver sua própria marca, em uma fábrica com mais de 100 funcionários e maquinário de ponta. Nessa época, as vendas eram feitas apenas por meio de multimarcas. Com o sucesso dos negócios, o estilista logo conseguiu abrir sua primeira loja, em julho de 1991, no Morumbi Shopping e no ano seguinte, outra no Shopping Iguatemi.

No ano de 1996, Ricardo foi convidado para participar da 1ª edição do Morumbi Fashion (atual SPFW). Em 2003, ganhou projeção internacional ao ser eleito o estilista oficial do, até então, presidente Luiz Inácio Lula da Silva. No mesmo ano, a coleção de inverno apresentada no SPFW, teve a participação de Gisele Bündchen, que fez uma aparição surpresa ao desfilar com um terno risca de giz (sem camisa por baixo) e chapéu.

Durante a comemoração dos 10 anos de SPFW (verão 2005/2006), Ricardo fez uma grande homenagem ao evento com a presença de celebridades e amigos do estilista. Na ocasião, também foi lançada a linha infantil da marca. Porém, em 2007, ele resolve abandonar a semana de moda de São Paulo, para se dedicar aos desfiles independentes.

Especializado em alfaiataria, Ricardo Almeida se notabilizou por meio do vestuário masculino de luxo. O corte ajustado ao corpo de seus ternos, fez de sua marca um sucesso inquestionável, que conquistou empresários, políticos e celebridades, de diversas faixas etárias. Seus desfiles são um evento a parte, e o Studio W tem a grande honra de ter participado de vários momentos da carreira de um dos maiores estilistas do Brasil.

A grife Ricardo Almeida é sinônimo de elegância, sofisticação, modernidade e bom gosto. A marca, que mistura com perfeição o moderno e o tradicional, permite que qualquer homem, independente da faixa etária e área profissional, esteja bem vestido no dia-a-dia e a noite. O grande sucesso é o resultado do olhar, sempre atento do estilista, ao comportamento masculino e as principais tendências. Além disso, o próprio Ricardo acompanha todo o trabalho, desde o atendimento em seu atelier, até a escolha do tecido utilizado.

Com trilha de Roberto Carlos, amigo pessoal do estilista, o desfile da coleção Inverno 2011, que marcou a comemoração desses 25 anos de carreira, contou com  50 modelos convidados, sendo 25 celebridades e 25 new faces. A produção de beleza foi assinada pela equipe do Studio W, sob o comando do hairstylist Peppe Schiavo (W Iguatemi) com a participação de Mário Nunes (W Higienópolis), Dario Beca (W Higienópolis), Luciano Alves (W Iguatemi), Marcelo Harpa (W Iguatemi) e Ivan Kuaye (W Anália Franco). Já o make foi feito pelas make up artists Jackie Melo (W Iguatemi), Suely Oliveira (W Higienópolis) e Mônica Gonsales (W Anália Franco).

Entre as celebridades presentes estavam: Álvaro Garnero, Caco Ricci, Edson Celulari, Eduardo Guedes, Fábio Assunção, Fiuk, Gui Paganini, Gustavo Borges, Kayky Brito, Latino, Luigi Bariccelli, Lulu Santos, Malvino Salvador, Marcio Garcia, Ney Latorraca, Otavio Mesquita, Paulo Vilhena, Ricardo Mansur, Roberto Justus, Serginho Groismann, Taumaturgo Ferreira e Tom Cavalcanti. O destaque foi a presença da única mulher na passarela, a rainha da tv brasileira, Hebe Camargo.


O desfile contou com uma passarela central, no formato da nova logomarca, e teve direção artística de Carlos Pazetto. Nenhuma celebridade recebeu cachê, e o valor arrecadado com a venda dos looks usados por eles, será destinado ao museu. Estima-se que a doação alcance R$375 mil.

Imagens: Studio W e Divulgação


Publicado em 8 abril, 2011

One Comment

  1. Posted by Marco Antonio on

    Parabens Studio W pelo belissimo trabalho no desfile Ricado Almeida


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *