Cleópatra, uma das mulheres mais poderosas e fascinantes da história, foi a escolha da makeup artist Carol Couto, do Studio W JK Iguatemi, para esse carnaval! ❤

O visual foi inspirado na figura de uma rainha vaidosa e extremamente sedutora, que exerce encanto até hoje e teve sua vida imortalizada em filmes, livros e fantasias. “A dica de maquiagem para conseguir esse look é usar sombra azul metálica em toda a pálpebra e delinear bem os olhos. Ornamentar o delineado, também fará toda a diferença no visual. Outro item da maquiagem de Cleópatra é preencher bem as sobrancelhas. Para a boca e bochechas, escolha tons nudes e terrosos”, destaca Carol. A fantasia que usamos nas fotos, é do pessoal do Breshow Fantasias e foi complementando com adereços como peruca e acessórios.

Veja como ficou e confira, logo baixo, o passo a passo da maquiagem e um breve resumo da história dessa mulher poderosa, que com sua inteligência e tenacidade comandou e influenciou dos grandes Impérios do mundo antigo 😉


QUEM FOI CLEÓPATRA

Cleópatra subiu ao trono egípcio aos 17 anos, após a morte do pai. Era a mais velha de quatro irmãos e muito admirada por sua inteligência, energia, tenacidade e qualidades de estadista. Também sempre foi considerada uma mulher muito sedutora e ambiciosa, que gostava de luxo e cultivava a vaidade.

Lutou durante muitos anos contra seu irmão (e pessoas influentes a ele), pelo poder do Egito – o que acabou resultando em uma forte instabilidade política e econômica na região e, consequentemente, no seu exilamento. Ao observar a crescente influência do Império Romano sobre a terra pela qual tinha tanto carinho, Cleópatra aproveitou para agir rapidamente e como primeiro passo, compreendeu que para conquistar o que pretendia, era preciso ir ao encontro de Júlio César.

Sedutora, inteligente e audaciosa, para aproximar-se de César, teve uma ideia ousada e ao mesmo tempo brilhante: enviou a si própria, embrulhada em um tapete, como presente! (Foi assim que aconteceu o primeiro encontro dos dois). Não demorou muito para que ela o conquistasse e juntos enfrentassem diversos ataques, que incluíram também uma trama contra Ptolomeu (irmão de Cleópatra), que “desapareceu”, deixando o caminho livre para eles.

Com esse relacionamento, Cleópatra foi para Roma, o que causou um escândalo na época, ainda mais pelo fato de ele ser casado com Calpúrnia e pelo medo dos romanos de pôr em perigo a República. Não passou muito tempo, César foi assassinado aos pés da estátua de Pompeu, por “republicanos” hostis à ditadura e inimigos da “realeza”.

Com a morte dele, Cleópatra apressou-se em retornar à terra natal, para escapar à vingança daqueles que a acusavam de ter tido má influência sobre César.

Ainda mais ambiciosa e sabendo que Marco Antônio ocupava uma posição de destaque no Império Romano oriental (enquanto Otávio, era senhor do mundo romano ocidental), fez uso da sedução e iniciou um relacionamento amoroso com ele. Conseguiu com que ele mandasse executar todos os seus inimigos pessoais, em especial sua irmã Arsinoé e, em pouco tempo, fez dele um joguete dócil em suas mãos. Dessa forma, Marco Antônio abandonou a mulher (que era irmã de Otávio) e passou a se dedicar apenas às conquistas que pudessem trazer alguma vantagem ao Egito.

Por conta desse relacionamento e dos filhos gerados entre os dois, Marco Antonio devolveu alguns territórios conquistados pelo Império Romano ao Egito, o que provocou uma ira ainda maior do Senado. Isso fez com que Otávio apresentasse Cleópatra como inimiga de Roma e declarasse guerra a ambos. Sendo assim, ou Marco Antônio renunciava à rainha e cumpria seu dever de romano, ou entrava em confronto aberto. Optando por entrar em confronto aberto, Marco Antônio perdeu. Após serem derrotados em uma importante batalha naval, ambos cometeram suicídio, colocando fim à guerra.

Imagens: Studio W – Agradecimentos: Breshow Fantasias.

Publicado em 1 fevereiro, 2016

Comments are closed.