Os moradores de São Paulo e aqueles que estiverem de passagem pela capital paulista, não podem perder a belíssima e primorosa exposição “Gênesis” do fotógrafo Sebastião Salgado, um dos mais respeitados do mundo. A mostra que já foi exibida em vários países deixa agora o Museu do Meio Ambiente, na cidade do Rio de Janeiro, e migra para o Sesc Belenzinho, na cidade de São Paulo.

Em uma entrevista recente ao programa Fantástico, da rede Globo, Salgado conta que a ideia de “Gênesis” é mostrar a Terra como ela era e ainda é. Um passado (e ao mesmo tempo presente), que está registrado com uma força impressionante. A apresentação tem curadoria de Leila Wanick Salgado, esposa do fotojornalista, e foi dividida em cinco seções geográficas (“Amazônia e Pantanal”, “Terras do Norte”, “África”, “Santuários” e “Planeta Sul”) a fim de facilitar a compreensão das diferenças de cada localidade.

São ao todo 245 fotografias que retratam o planeta e “ganham vida” nas mãos do fotógrafo brasileiro que consegue captar de forma única a essência daquele momento. Tudo fruto de oito anos de trabalho e mais de trinta viagens, entre 2004 e 2011, a lugares diversos e remotos. São montanhas, desertos, animais, mares e povos que, de alguma forma, escaparam das marcas da sociedade moderna e agora são reveladas pelas lentes de Sebastião. Entre os lugares registrados estão a Antártida, as Ilhas Galápagos, Nova Guiné, Indonésia, Madagascar, Botswana, Ruanda, Congo, Uganda e Etiópia.

“Genesis” por Sebastião Salgado

Quando: de 5 de setembro a 1° de dezembro

Onde: Sesc Belenzinho, na Rua Padre Adelino, 1.000

Funcionamento: de terça a sábado, das 10h às 21h. Domingos e feriados, das 10h às 19h30.

A exposição tem classificação etária livre e é gratuita.

Mais informações: www.vale.com/genesis

Imagens: reprodução.

Publicado em 13 setembro, 2013

Comments are closed.