Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Quem adora moda – e mesmo os menos fashionistas – não pode perder um dos melhores documentários produzido nos últimos tempos, sobre um dos maiores estilistas do século XX: Yves Saint Laurent.

Dirigido por Pierre Thoretton, “L’amour Fou”, em português o “Louco amor de Yves Saint Laurent”, conta a história do relacionamento do estilista francês com seu companheiro e administrador Pierre Bergé e do leilão em torno das obras de artes colecionada por ambos. O filme foi vencedor do prêmio de crítica internacional do Festival de Cinema Internacional de Toronto, e participou da seleção oficial do Festival de TriBeCa e Festival de Cinema de São Francisco.

Saint Laurent e Bergé
Yves e Pierre se conheceram em 1957 e viveram juntos por 50 anos. Durante todo esse tempo, além do trabalho com a moda, os dois montaram uma coleção particular de obras de arte, que incluíam esculturas de diversos tamanhos, quadros de artistas importantes, móveis e utensílios históricos. Ao longo do filme, o depoimento emocionado de Bergé revela as paixões, os gostos pessoais, as viagens e os dramas da vida em comum do casal – estes intensificados pela depressão e o vício em álcool e drogas de Saint Laurent.

O Leilão
O leilão aconteceu no Grand Palais, no ano de 2009, em parceria com a Christie’s e arrecadou uma quantia de cerca de 370 milhões de euros. Parte desse valor foi doado para a fundação que leva o nome dos dois. A grandiosidade do evento marcou a data como o maior leilão europeu e com mais itens de coleção particular. Para Bergé, Saint Laurent jamais abriria mão da coleção, mas mesmo assim Pierre resolveu fazer o leilão menos de um ano depois da morte do estilista, como forma de trazer nova vida às obras. Dias antes do lance, todos os itens ficaram expostos para o público, em um castelo que os dois tinham em Deauville, no interior da França.

Ficou com vontade de assistir? O filme ainda está em cartaz nos cinemas, nas sessões “Cine Cult” da rede Cinemark, nos shoppings D e SP Market. Não perca!

Imagens: Reprodução

Publicado em 17 agosto, 2011

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *