Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Mais um look para esse carnaval, um dos mais pedidos: o das flappers, conhecidas aqui no Brasil como melindrosas.

O termo melindrosas (ou flappers) é aplicado para as garotas que viveram no período entre guerras, mais precisamente nos anos 20. Essas moças foram conhecidas por abolir o espartilho, vestir saias mais curtas, cortar os cabelos mais curtinhos, usar maquiagens mais fortes, dançar jazz, fumar, beber, defender o direito ao voto e conduzir veículos – tudo o que desafiava a tradicional conduta feminina da época. Com o decorrer dos anos, atrizes como Clara Bow, Louise Brooks, Colleen Moore e Joan Crawford seguiam uma estética condizente com o momento que as transformaram em musas de uma geração.

O Look by Studio W

Para montar o look, convidamos a make-up artist Carol Couto e a hairstylist Luiza Brito, ambas do Studio W JK Iguatemi.

Cabelos curtinhos à la garçonne ou bob, lisos ou ondulados, usados ou não com chapéus, eram os mais comuns na época. Joias como colares, anéis e broches acompanhavam o look das garotas e faziam parte do seu charme. Para recriar um penteado semelhante ao da época, Luiza fez ondas nos fios com ajuda de um babyliss e um aparelho triondas. Ondas marcadas nas laterais e um adereço de pérolas complementavam o look.

A maquiagem típica da época tinha como principal característica olhos pretos, boca vermelha em formato de coração e sobrancelhas fininhas, retas ou ligeiramente curvada para baixo. Para começar, Carol preparou a pele com primer e base. Em seguida, o foco foram os olhos, que começaram a ser preparados com uma sombra clarinha além de ajudar a fixar os pigmentos (chumbo + verde escuro) deixa-o ainda mais realçado. Sombra marrom para realçar o côncavo, azul escura do meio da pálpebra pra fora, lápis preto na linha d’água e esfumado abaixo dela e corretivo complementavam o visual dos olhos. As sobrancelhas foram levemente apagadas e desenhadas com lápis e sombra de uma tonalidade próxima ao natural, a fim de deixar o look o mais real possível. Para fazer a boca em formato de coração, Carol apagou-a com corretivo e fez o desenho com um lápis da mesma cor do batom (no caso, a mistura dos tons Diva + Viva Glam 1. O iluminador em pontos específicos, como têmporas e o arco do cupido (na boca), deu o toque final ao visual.

Imagens: Studio W

Publicado em 10 fevereiro, 2015

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *