Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Pro Fiber, lançamento do ano da L’Oréal Professionnel, é o primeiro tratamento de reparação capilar para fios danificados de longa duração.

Resultado de 15 anos de pesquisa sobre cabelos e sua estrutura, o Pro Fiber leva em sua fórmula uma combinação exclusiva de ativos, que originou o complexo molecular APTYL 100 – primeira tecnologia capaz de fixar moléculas na fibra capilar de forma duradoura, proporcionando um resultado de longa duração nunca antes alcançado.pro-fiber

SOBRE A FÓRMULA

Como falamos, a principal tecnologia presente no Pro Fiber é a APTYL 100, que deve seu desempenho à combinação única de duas móleculas: Aminosilane (composto conhecido pela sua capacidade de reconstruir o córtex em profundidade e reforçar a estrutura capilar por meio da recriação de uma rede tridimensional) e um polímero catiônico (que atua como revestimento, cobrindo a superfície capilar com uma película protetora e deixando o cabelo suave e sedoso). Ao combinar ambos ativos, L’Oréal Professionnel conseguiu, pela primeira vez, abrir caminho a uma nova geração de cuidados capilares de longa-duração.

Sendo assim, o desempenho da fórmula faz com que haja uma regeneração profunda e duradoura no salão, e mais tarde, a mesma seja reativada em casa com as monodoses Re-Charge.

PARA QUEM É INDICADO

Para todos os cabelos que apresentam algum nível de dano.

Ao pesquisar sobre fios danificados, Pro Fiber identificou três fases de um cabelo danificado: Fase 1 (onde apenas a cutícula é afetada), Fase 2 (na qual a cutícula e o córtex são afetados) e Fase 3 (em que a cutícula e o córtex são muito afetados).

Por conta disso, foi possível desenvolver três gamas de produtos adaptadas para cada uma dessas fases: a Rectify (indicada para cabelos levemente danificados), a Restore (para fios danificados) e a Reconstruct (para as madeixas que estão muito danificadas). Por isso, o tratamento pode ser feito em qualquer pessoa que estiver sentindo que os fios precisam de uma recuperação 😉profiber linhas

COMO FUNCIONA

Pro Fiber possui um protocolo personalizado que tem como base um diagnóstico único realizado pelo cabeleireiro. Somente esse profissional conseguirá avaliar e selecionar os produtos adaptados ao que os fios estiverem necessitando.

Após o diagnóstico, o cabeleireiro aplica o shampoo específico para o nível de danos capilares, a fim de regenerar o cabelo com a cutícula danificada (Rectify); reparar cutícula e córtex danificados [Restore), ou reestruturar o cabelo com um córtex muito danificado (Reconstruct). Em seguida, após o enxágue, ele executa uma técnica profissional de aplicação em camadas para passar um concentrado nos fios que é escolhido de acordo com o nível de danos da fibra capilar.

Logo depois, sem enxaguar, ele aplica a máscara ativadora Regenerate diretamente sobre o concentrado. Essa máscara faz com que as moléculas fiquem ancoradas no interior da fibra capilar e possam ser reativadas a cada quatro lavagens com o shampoo de uma das linhas Pro Fiber, prolongando o resultado do salão em casa por até seis semanas.

Após  um tempo de pausa de cinco minutos, ele enxagua o cabelo uma segunda vez e completa o tratamento com o leave-in específico Rectify, Restore ou Reconstruct, antes de proceder o styling.tratamento pro fiber

No vídeo abaixo, o hairstylist Reginaldo Tadeu, do Studio W Iguatemi, conta e mostra um pouco mais do tratamento realizado no salão:

 

 

MANUTENÇÃO EM CASA

A manutenção em casa é um dos fatores mais fundamentais para o sucesso do programa. Além da linha de produtos cujo uso é essencial para dar continuidade ao tratamento e ao resultado iniciado no salão, Pro Fiber conta também com “Monodoses Re-Charge”, que são pequenas ‘cargas’ de Aptyl 100 (em menor concentração), destinadas a aplicação em casa a cada quatro lavagens. Seu uso, junto aos produtos indicados da linha, ajudará a prolongar os resultados do salão por até seis semanas.profiber produtos manutenção

Imagens: Divulgação.

Publicado em 12 maio, 2016

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *